Auxílio Brasil: Quem deve receber o benefício?

O Auxílio Brasil é um benefício financeiro criado pelo Governo Federal para integrar algumas políticas públicas em apenas um programa para a população brasileira.

As políticas públicas asseguram as assistências de emprego, renda, social e de saúde para as pessoas que mais precisam.

Publicidade

Isso significa que é algo muito bem-vindo para milhões de famílias, como pode ser o seu caso.

Os responsáveis pelo auxílio entregaram ao Congresso Nacional a Medida Provisória nº 1.061 com os termos do novo programa que substitui a Bolsa Família.

Apesar de ser um passo mais perto da oficialização do auxílio, isso ainda não significa que você pode participar do programa.

Descubra, ao longo deste artigo, quais são os requisitos necessários para receber o Auxílio Brasil.

Publicidade

Auxílio Brasil: Quem tem direito de receber?

Com o anúncio da proximidade do lançamento oficial do Auxílio Brasil, várias pessoas começaram a buscar informações cruciais sobre o programa.

A informação mais procurada é sobre quem serão os beneficiários e como regularizar a sua situação caso não esteja tudo nos conformes.

Você precisa saber que o Governo Federal e o Ministério da Cidadania informaram que os beneficiários devem estar registrados no CadÚnico.

Esse é um requisito obrigatório e base para as demais obrigatoriedades.

Publicidade

É a partir dessa inscrição e cadastro que a plataforma pode fazer a triagem dos segurados.

Mesmo que você já tenha um cadastro, é necessário se certificar que ele está atualizado.

Com isso estabelecido, as próximas exigências quanto à participação do programa são referentes à renda familiar.

Quem deve receber o benefício são:

  • Famílias que têm meio salário como renda mensal per capita (atualmente o valor seria de R$ 550,00)
  • Famílias com renda mensal total de até 3 salários mínimos (atualmente o valor seria de R$ 3.300,00)
  • Trabalhadores informais de baixa renda.

A ideia é que seja um programa social de grande alcance e que essa seja a sua marca disseminada e registrada para as famílias de agora e para a história no futuro.

O projeto apenas foi adiantado por conta do anúncio do fim de outros benefícios que acompanharam as famílias brasileiras nesses tempos difíceis.

O término do Auxílio Emergencial está previsto para outubro de 2021 e os benefícios do Bolsa Família já haviam sido suspensos desde abril de 2020 para alguns beneficiários.

Segundo o site ISTOÉ, o orçamento para o programa está estimado em R$ 34,7 bilhões.

auxílio brasil

Como será o processo de inscrição?

Como já mencionado, a única forma de receber esse auxílio financeiro é através da inscrição no Cadastro Único.

Para facilitar o seu recebimento, você consegue fazer a inscrição pelo aplicativo “Meu CadÚnico” e seguindo as instruções da ferramenta.

Se preferir, você pode fazer o processo presencial.

Basta ir até um dos centros de assistência social como titular e responsável pelo cadastro da sua família.

Lá, você será convocado a apresentar documentos como:

  • Certidões de Nascimento e Casamento
  • CPF
  • RG
  • Carteira de Trabalho
  • Título de Eleitor
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (se tiver).

Após a triagem feita pelo sistema do Governo Federal, você deve passar a receber o Auxílio Brasil.

Se você curte esse tipo de conteúdo, confira as novidades do nosso site!