Como funciona um Leilão Online?

Publicidade
Compartilhe com seus amigos e familiares:

O Leilão Online é a chance de você obter produtos e bens com o menor custo.

Mas, será que é confiável? Quais são as regras para participar?

Publicidade

Comprar pela internet é um hábito cada vez mais popular, existem sites especializados em diferentes mercadorias, e são cada vez mais seguros.

O que podemos falar sobre os leilões eletrônicos? Ainda são pouco explorados pelo público brasileiro.

Porém, são uma boa opção para adquirir desde eletrodomésticos até veículos.

Descubra nesse artigo todas as informações sobre o Leilão Online e suas vantagens.

Receba novidades em seu e-mail!


Leilão Online: Como ocorre?

Assim como a versão presencial, o Leilão Online é aberto a um público que deseja arrematar determinado produto ou bem, vence quem oferecer o melhor lance.

Ainda que, aparentemente, seja um sistema simples no ambiente virtual é necessário observar alguns fatores.

A reputação da empresa que realiza o leilão é um dos mais importantes, a primeira dica é avaliar se o portal oferece segurança e como outros usuários avaliam.

Aqui no Brasil, além de plataformas privadas, muitas instituições públicas realizam esse tipo de ação, as mais populares são:

  • Detrans
  • Receita Federal
  • Caixa Econômica Federal.

Porém, não existem atravessadores, tudo é tratado direto nos seus sites oficiais.

Essa é a segunda dica, se você vai participar de um leilão promovido pela Receita, só se cadastre no portal oficial desta instituição.

Embora as regras possam variar, um ponto comum entre os leilões promovidos por empresas privadas e órgãos públicos, a similaridade no que é leiloado, é comum leiloar:

  • Aparelhos eletroeletrônicos
  • Eletrodomésticos
  • Veículos
  • Roupas
  • Imóveis
  • Games, entre outros itens.

A Receita Federal, por exemplo, coloca em seus leilões virtuais muitos produtos apreendidos nas alfândegas.

Independente de quem organiza o leilão para você participar precisa fazer um cadastro, só vai efetuar o pagamento depois do arremate.

Desse modo, não há necessidade de adiantar dinheiro, o leiloeiro faz a comunicação e só depois você paga.

Há um valor inicial para o lance, é a base de qualquer leilão, a partir daí você pode oferecer uma determinada quantia e aguardar.

Toda essa dinâmica acontece numa espécie de auditório virtual.

Em sites da iniciativa privada, você encontra abas informando que o item está aberto a lances, outras informações mostradas são:

  • O valor atual do objeto
  • A data que começou o leilão
  • O link para edital, onde estão todos os detalhes da disputa
  • Quantidade de lotes
  • Nome do leiloeiro
  • Informações do item leiloado. No caso de automóveis, você saberá se existe débito, se está danificado, etc.

Outra forma de verificar a idoneidade do site de leilões é conferindo o CNPJ, este é um indicador que foi verificado pela Junta Comercial do seu estado.

leilão online

Como participar?

Inicialmente você vai precisar fazer um cadastro no portal, informando dados básicos para criar uma conta.

Já em portais governamentais, atualmente se exige um Certificado Digital, se pretende arrematar algum objeto da Receita, precisa ter essa ferramenta de segurança.

Para ilustrar, as etapas básicas exigidas no leilão da Receita Federal são:

  1. Ler o edital para conhecer todas as condições
  2. Fazer o cadastro no site, ou no Sistema de Leilão Eletrônico (no caso de leilões promovidos por instituições públicas
  3. Completar a inscrição usando o Certificado Digital
  4. Acessar o e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte).

A participação em leilões da Caixa é bem parecida, os sites privados não exigem a chave digital para participação.

Porém, o interessado tem sua inscrição avaliada e somente depois da validação estará apto para dar um lance.

Nos leilões do Detran cada estado tem suas regras, é comum um leiloeiro realizar o processo e este é devidamente liberado pelo Departamento de Trânsito.

Essa informação estará disponível no site oficial da instituição.

A dica final é sobre os possíveis custos que podem incidir no seu arremate, principalmente se vai concorrer em leilões fora do seu estado.

É fundamental conferir no edital que viabiliza o transbordo do objeto, imagine que você arremata um veículo com preço formidável, mas, terá que pagar o reboque até seu endereço.

Da mesma maneira, é preciso verificar a cobrança de impostos, análise se o ICMS é abonado ou não.

Tendo esse cuidado, sua participação num Leilão Online será um sucesso.

Acompanhe nosso blog para ter acesso a mais conteúdos interessantes!

Compartilhe com seus amigos e familiares: