Calendário PIS PASEP para quem trabalhou de 1971 a 1988!

Publicidade
Compartilhe com seus amigos e familiares:

Já é possível consultar o Calendário PIS PASEP para quem trabalhou até o final da década de 80.

Veja se você tem direito, e como sacar o benefício.

Publicidade

Iniciar o ano com um dinheiro extra é o que muitos trabalhadores desejam.

Se você teve carteira assinada entre 1971 a 1988, pode ter uma grana esperando o saque.

Nesse período os empregadores depositavam valores nas cotas de PIS/PASEP.

Desde dos anos 90, esses programas passaram a ser pagos anualmente.

Receba novidades em seu e-mail!


Conheça mais detalhes sobre o Calendário PIS PASEP e como fazer para sacar.

Calendário PIS PASEP: Quem vai receber?

O critério básico para ter direito ao saque do Calendário PIS PASEP, é ter trabalhado entre 1971 a 1988.

Como você verá adiante, durante esses anos o pagamento dos programas ocorria de maneira diferente.

Atualmente é pago o abono salarial, benefício calculado de acordo com o tempo de trabalho que o empregado teve de carteira assinada no ano-base.

Em relação ao calendário para quem trabalhou de 1971 a 1988, as regras de quem podem receber são:

  • Aposentados que estiveram trabalhando nesse período, e que as empresas tenham realizado efetivamente o depósito nas cotas
  • O trabalhador que não tenha sacado o benefício naquela época
  • Trabalhadores do setor privado que tenham mais de 65 anos (homem) e 62 anos (mulheres)
  • Servidores públicos com mais de 65 anos (homem) e 62 anos (mulher)
  • Herdeiros de trabalhadores do setor privado ou de servidores públicos que trabalharam entre 1971 a 1980. Entretanto, é preciso que o empregador tenha realizado as contribuições nos respectivos programas.

O calendário PIS/PASEP tem a seguinte estrutura:

  • Em 07 de abril de 2020 foi promulgada a Medida Provisória 946, que determina a migração dos saldos PIS/PASEP para o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)
  • Os cotistas dos programas, ou seus herdeiros, têm até 31 de maio de 2025 para realizar o saque
  • A partir do dia 01 de junho de 2025, os valores que não forem sacados vão ser considerados “abandonados” e ficam retidos nos cofres da União.

Então é preciso conferir se você tem algum saldo para ser sacado.

De acordo com o calendário PIS/PASEP, terá até 2025 para resgatar o saldo.

Até 1988 as empresas depositaram valores em contas criadas para os trabalhadores, dando origem às cotas.

Só podiam ser sacadas depois que o trabalhador ou servidor atingisse certa idade, ou se aposentar.

No regime vigente, tem direito ao PIS/PASEP o empregado que trabalhou, no ano-base, até 30 dias de carteira assinada.

Àqueles que podem aproveitar o tempo previsto no calendário precisam apresentar a seguinte documentação:

  • Documento oficial com foto
  • CPF
  • Cartão de inscrição no NIS, PIS ou PASEP
  • Cartão Cidadão (se você tiver).

Por outro lado, os herdeiros ou representantes legais terão que entregar documentos como:

  • Certidão ou declaração de recebimento da pensão por morte
  • Atestado emitido por uma repartição ou órgão público (no caso de servidores públicos)
  • Alvará judicial
  • Escritura pública de inventário e partilha
  • Formal de partilha
  • Procuração que dê poderes para o saque (específico para o procurador do beneficiário), além dos documentos pessoais do representante.

É preciso apresentar as versões originais dessa documentação.

calendário pis pasep

Como fazer o saque?

De olho no calendário PIS/PASEP mencionado anteriormente, é necessário correr para sacar os valores.

Mas, antes conferir se tem saldo disponível é o passo inicial.

Para isso você tem as seguintes opções:

  • Atendimento Presencial numa agência da Caixa Econômica Federal (inscritos no PIS)
  • Consultar pela internet ou via aplicativo Caixa Trabalhador (inscritos no PIS)
  • Atendimento Presencial numa agência do Banco do Brasil (inscritos no PASEP).

Após conferir o valor retido das cotas pela web, você junta a documentação e segue para fazer o saque.

No caso dos trabalhadores do setor privado que têm o Cartão do Cidadão, podem fazer o saque no atendimento automático da Caixa.

Se tiver dúvidas, o atendimento presencial será mais ágil.

O importante é unir todos os documentos, assim, não perde os prazos do Calendário PIS PASEP.

Acompanhe mais informações no nosso blog!

Compartilhe com seus amigos e familiares: