Benefício Indeferido – Saiba como evitar!

Quando consta o seu benefício indeferido, significando o mal sucedimento, negado, ou seja, é porque foi indeferido pelo INSS.

Porém, caso tenha o pedido indeferido, aguarde a decisão administrativa do Instituto Nacional do Seguro Social a fim de dar razões pelo qual a solicitação não foi sucedida.

Publicidade

As principais razões pela qual isso ocorreu são:

  • Falta de desprovimento;
  • Falta de qualidade do seguro;
  • Benefício indeferido, previdenciário dano moral;
  • Indeferido via 143, renda Per Capita familiar;
  • A ausência de um documento legal comprovando;
  • Erro na hora de analisá-lo;
  • Você não conceder este direito;
  • Ausência de necessidade.

O benefício indeferido sempre se dá via uma decisão administrativa, a qual deve apontar os motivos fundamentais nos quais fizeram o órgão previdenciário deixar o benefício indeferido a solicitação.

Auxílio Doença do INSS – Veja como Funciona!

Mas, se isso já ocorreu contigo, fique ciente, isso é comum acontecer, não é tão difícil de resolver o problema.

Sendo assim, surgem muitas dúvidas nisso, fique calmo estamos aqui para lhe mostrar o melhor caminho do pedido.

Publicidade

Quais benefícios podem ser indeferidos?

benefício indeferido

Portanto, ouvirá falar nesta questão sobre o auxílio doença, porém há centenas de outros nos quais vou lhe mostrar agora os pedidos nos quais podem ter o benefício indeferido:

  • Aposentadoria comum, rural, especial;
  • Autônomo e Empresário;
  • Aposentadoria devido a incapacidade permanente;
  • Auxílio reclusão;
  • Aposentadoria invalidez;
  • Auxílio acidente;
  • Pensão de óbito;
  • Entre diversos outros padrões.

Meu benefício foi indeferido, o que fazer?

Primeiramente, em alguns casos em específico, exemplo o auxílio doença, acidente ou até mesmo aposentadoria por invalidez pode-se alegar ausência evidências essenciais a fim de ter o concebimento do benefício.

Então nesses casos pode-se interpor recursos administrativos, então, é aconselhável recorrer ao poder judiciário.

Outra opção é buscar um advogado a fim de ser ajuizado uma ação no poder judiciário junto aos requisitos e argumentos legais pedindo a concessão do benefício.

Publicidade

Dessa forma, se for procedente, irá receber os atrasados e o benefício será concedido com sucesso, podendo atender às suas necessidades especiais.

A melhor opção é contratar um advogado, porém, se você não tem dinheiro, o que fazer?

Portanto, vá até a defensoria pública e contrate um advogado público, eles são gratuitos e irão poder ajudá-lo da melhor maneira possível.

Um providencialista entrará em recurso diretamente ao INSS, junto a uma ação judicial a fim de modificar a decisão da previdência e ter o benefício garantido.

Há também, a possibilidade entrar junto a um recurso no INSS, mas se o seu caso for por auxílio doença ou incapacidade, é desaconselhável essa possibilidade.

Pois, é desconhecida uma situação na qual houve sucesso após ser indeferido no INSS neste caso.

Portanto, se for isso, já é aconselhável ir direto à justiça e ter o pedido do benefício obtido. Você pode acessar o site do INSS para saber mais!

Sacar o Auxílio Emergencial – Como fazer?