Saiba quando pode solicitar o Afastamento INSS!

Aqui vai tirar suas dúvidas sobre o que é, quem tem direito e como pode ter direito ao auxílio de afastamento do INSS.

Confira como vai ser a Restituição IRPF Lotes 2020!

O que significa o pedido de afastamento INSS?

Primeiramente, o auxílio doença é um benefício pago pelo INSS aos segurados no qual ficarem incapacitados nas suas ocupações habituais em mais de 15 dias.

Publicidade

Portanto, nos 15 primeiros dias de afastamento devem ser pagos pela empresa a partir do décimo sexto quem banca é o INSS.

Uma das regras mais elementares do auxílio doença diz respeito à carência, ou seja, o número mínimo de contribuições para poder fazer o pedido do benefício de afastamento.

Sobretudo, no caso do auxílio doença, tratam-se de doze, ou seja, é preciso estar contribuindo 12 meses ao INSS e poder pedir o benefício, essa é a regra geral.

Mas, existem muitas exceções, se for o caso de auxilio acidentário esse termo de 12 meses é dispensado e você tem o direito de receber.

Publicidade

Ou seja, a partir do momento onde o segurado se filia ao INSS ele já passa ter direito a receber.

Como saber se tem direito?

afastamento inss

O trabalhador incapacitado da sua ocupação habitual deve ir ao INSS ou ligar no número 135 e marcar a perícia de avaliação e saber se realmente está incapacitado.

Portanto, o exame vai ser realizado por um médico perito do INSS no próprio INSS.

Dessa forma, o médico vai pegar os seus exames levados e vai fazer uma avaliação e dizendo se está ou não incapaz ao seu trabalho e quanto tempo essa incapacidade durará.

Publicidade

Não há necessidade de contratar ninguém para fazer isso.

Pois, pode marcar direto e não precisar de um terceiro.

Mas, caso o seu pedido seja negado, é possível procurar um advogado de sua confiança.

Principais motivos no qual levam ao afastamento INSS

Primeiramente, existe uma lista de doenças especificada em lei, afastando a necessidade do comprimento dos 12 meses de carência, sendo elas:

  • Tuberculose ativa;
  • Hanseníase;
  • Alienação mental;
  • Neoplasia maligna;
  • Cegueira;
  • Paralisia irreversível;
  • Incapacitante;
  • Cardiopatia grave;
  • Mal de Parkinson;
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Nefropatia grave;
  • Estado avançado da doença de paget (osteíte deformante)
  • Síndrome da imunodeficiência adquirida- AIDS;
  • Contaminação devido a radiação;
  • Hepatopatia grave.

Porém, no caso dessas doenças a única exigência é não poder ser pré-existentes, ou seja, no momento no qual o segurado se filia pelo INSS ela já não pode existir.

Contudo, cerca de 33% da sociedade brasileira possui algum tipo de problema mental.

Sendo assim, um dos principais motivos são o estresse e a depressão no qual se tornaram uma grande razão de afastamento no trabalho.

Quais motivos pessoais garantem o afastamento INSS?

Infelizmente, a doença na qual tomou conta do século 21 foi a depressão e a ansiedade e elas são os principais alvos de afastamento do INSS.

Porém além destas doenças, outros possíveis problemas resultam no afastamento INSS do trabalhador, podemos citar alguns deles:

  • Hérnia de disco;
  • Varizes;
  • Síndrome de Burnout;
  • LER (lesões devido a esforços repetitivos);
  • DORT (distúrbio ósseo muscular relacionado ao trabalho).

Portanto, essas informações são necessárias a fim de poder ir atrás de seus benefícios, caso tenha alguma dúvida ainda em relação a este assunto, procure ou acesse o site do INSS.

Agora ficou claro como solicitar o seu afastamento INSS, não deixe de compartilhar essas informações.

Calendário do PIS 2020 – Novas datas!